facebook.com/monica.sampaio1 (perfil 1)

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

PENSAMENTOS DE FIM DE ANO 1


Têm pessoas que deixam de ser reconhecidas como boas pessoas, por tão pouca coisa!
Pessoas que escorregam em detalhes que não lhes custaria nada atentar.
E esses detalhes, quando aumentados na lente da balança que pesa os prós e contra dos relacionamentos, acabam por, em última instância, fazendo surgir a conclusão de "melhor não".


Melhor não chamar; melhor não contar com essa pessoa; melhor não.
As vezes, por tão pouco a pessoa deixa de ganhar.


Por tão pouco empenho; por tão pouca fé; por tão pouco respeito; as vezes, por tão pouco.
Ande um pouco mais; faça um pouco mais; ou deixe de fazer um pouco a mais.


Equidade é uma qualidade de temperança.


Sabe aqueles momentos em que você quase ia falar, mas não falou? Pode ter livrado a todos de um grande constrangimento.

Mas sabe aquele momento em que a palavra ficou pendurada na sua língua, mas você, por "n" motivos, deixou de falar o que precisava ser ouvido?


Hoje é um dia em que estou pensando em algumas coisas, arrumando os escaninhos e as gavetas da minha memória, e vendo se deixei algo por fazer.


A vida não é longa nem curta: É do tamanho certo para fazermos tudo o que precisa ser feito.
Por isso é fundamental separar o que é prioritário do que é "apenas" importante. E fazê-lo.


Boas Festas!

Mônica Sampaio