sexta-feira, 15 de maio de 2009

OS DONOS DE RÁDIO ESTÃO ACABANDO COM O TESÃO DOS PROFISSIONAIS DO RÁDIO!


Mônica Sampaio em foto tirada por Eulina Rego, em outubro de 2004, no estúdio da Antena Um Rio



ANTENA 1 LITE FM - Uma história que nunca será apagada.



- A chegada da TUPI FM via satélite de São Paulo ocupando o lugar da Antena 1 carioca.

- Briga pelo nome, em São Paulo, vem se arrastando há anos.

- Uso indevido do nome em SP, chegou ao Rio.

- Antena 1 Rio fica no ar até 30 de maio de 2009.

- Rádio Antena Um do Rio de Janeiro arrendada pelo grupo Diário dos Associados


Em alguma vez, você ouviu a palavra OUVINTE nessa discussão toda?
Ou em qualquer discussão entre EMPRESÁRIOS DO RÁDIO, você OUVINTE DE RÁDIO, foi chamado a dar a SUA OPINIÃO?
Nem você foi levado em consiração, nem nós, OS PROFISSIONAIS DO RÁDIO.

Vamos parar de palhaçada e deixar claro que os donos de televisão e os donos de rádio fazem TV e Rádio para eles mesmos!

E chamam a CONCESSÃO de PÚBLICA ainda!

Os empresários de Rádio estão pouco se lixando para o OUVINTE, como sempre. O ouvinte que se dane! Estão pouco se lixando para o profissional de rádio também. E isso não é de hoje!

É, Eulina (Rego) e Raquel (Ricardo): Pensei que vocês fossem se aposentar na freqüência 103,7... mas, o dial carioca – novamente –nos pega de (péssima!) surpresa!

Isso explica porque a Eulina está triste no ar, hoje.
É isso que o profissional ganha depois de anos de dedicação?

Os empresários de Rádio também estão pouco se lixando para os locutores e demais profissionais. Isso sempre foi assim.
E nós, radialistas, assistindo tudo de arquibancada! É gol atrás de gol na nossa área, e nós, como sempre, de mãos atadas, calados, cabisbaixos, tristes, só levando bola nas costas!.

Responda, quem puder: que diachos GANHA O OUVINTE – ou PERDE – se uma emissora está usando um NOME “indevidamente”? O que o grupo TUPI vai fazer com este nome agora?? Quem sai sempre perdendo é o OUVINTE e o PROFISSIONAL do Rádio! Sempre! Sempre, gente.

Vocês se lembram da pouca vergonha que fizeram com essas duas categorias – OUVINTE e PROFISSIONAL DO RÁDIO -, em 1998, em todo o Brasil, no arrendamento da Rede Manchete FM pela Igreja Renascer em Cristo? Passaram a perna, da noite para o dia, nos OUVINTES da Manchete FM e, em NÓS, PROFISSIONAIS DO RÁDIO! Até “abelinha” (telefonista) foi demitida! Da noite para o dia!

Lembro, com muita tristeza deste dia, pois daí pra cá, meu “tesão” por rádio se esfriou; não pelo veículo, mas, pela maneira como está sendo dirigido; pela falta de respeito com os profissionais e com os ouvintes.
Ao ouvir, em lágrimas, dentro do meu carro, no posto de gasolina, o CARLOS ALBERTO (atual apresentador do “Rio de Prêmios”) “fechar a porta e apagar as luzes”, ao anunciar que, após a Voz do Brasil, não mais voltaria a Manchete FM, mas sim, a Rádio Gospel da Renascer em Cristo, meu coração tomou uma pedrada! É, eles estavam “renascendo na Manchete”; só não estavam nos levando junto ... só se esqueceram de nos avisar ... a nós e aos ouvintes, pois fomos TODOS pegos de surpresa, numa falta de ÉTICA PROFISSINAL sem precedentes na história do Rádio carioca!



23h30 - um fatídico dia do mês de fevereiro de 1998

Estava me preparando em casa, para descer – pois o carro da Manchete já havia chegado para me levar ao trabalho, como fazia todos os dias – , quando recebo um telefonema. Era o Edmo Luís, locutor da Manchete Am Rio – cujo estúdio era vizinho do nosso, do FM.

- “Mônica, meu amor, não tá sabendo não?”
- “Não, o que foi?” – respondi eu, na inocência em que nós, profissionais do rádio, ficamos frente aos demandos dos empresários de Rádio.
- “Tá todo mundo falando por aqui: Hoje é o seu último dia de trabalho! Só seu, não! De todos os que trabalham na Manchete FM!”
- “Você tá doido, Edmo? Ninguém nos falou nada! É pegadinha, não é?”
- Não, é sério, Mônica! Até o Celso Santa Rosa “dançou”!
(Celso Santa Rosa – Coordenador da Rede Manchete Fm, na época).
- “Vai todo mundo embora?? Mas o que é isso, Bomba atômica, repetição de Hiroshima e Nagasaki?! “– hoje eu falaria isso pra ele.
-“Não – respondeu o Edmo Luís – A Rede Manchete FM foi “arrendada”


Intervalo comercial:(ATENÇÃO, MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES! VAMOS REVER ESTES FAMIGERADOS CONTRATOS DE “ARRENDAMENTO”! ISSO É UM DESRESPEITO AO PÚBLICO BRASILEIRO, POIS A CONCESSÃO É PÚBLICA E ESTÁ SENDO TRATADA COMO COISA PRIVADA – nos dois sentidos, no caso das emissoras de Rádio deste país!)


Segue abaixo, um diálogo que não houve. Não naquele telefonema. Mas que rolou muito, nos bastidores, entre os DEMITIDOS.

-“Ué, e eles não vão precisar de PROFISSIONAIS DE RÁDIO para colocar no ar esta nova programação?Por que não aproveitam os que JÁ TRABALHAM AQUI? Nem as telefonistas? Os operadores de áudio ... ninguém?! “

- “Não, Mônica, eles vão “renascer”; vai ser tudo NOVO!”
- “Uai, e nós????”

-“Vocês? Bem, aqueles que têm mais de um ano de casa – como é o seu caso, Mônica – vão para o sindicato, fazer as contas, e assinar o acordo de demissão.”

Bem, amigos, aquela foi uma noite do cão!
E tínhamos a ordem – olha a cara-de-pau e o desrespeito ao ouvinte – de fazer sorteios “fake”!

Ao chegar na emissora, ninguém sabia de nada, além do que o Edmo havia me dito. Uma das produtoras para quem eu telefonei, me disse que era para fazer como se nada tivesse acontecido.
- COMO???
- NÃO DIGA NADA NO AR! Faz de conta que tudo vai continuar assim.


Esta era a única coisa que nos disseram.
Eu, chorando, a cada palavra de carinho e amizade dos ouvintes. A cada menção de “a semana que vem tem mais!”
Foi terrível!
E quando o Fabiano chegou para me render? Ele também custou a acreditar. Parecia brincadeira. De mau gosto. Como eu sempre fui muito brincalhona – aliás, fazíamos uma dupla imbatível na nossa passagem de horário, hein, Fabiano? -, ele não estava acreditando que, o que eu falava, tragicamente, era verdade.

E assim foi, de locutor em locutor, de horário em horário, ficavam sabendo da notícia inacreditavelmente verdadeira. Até o momento do encerramento da Rádio, pela voz embargada do Carlos Alberto, que eu - e centenas de pessoas – ouvimos, estupefatos e lacrimejantes. E decepcionados. E revoltados.

Mas você pensa que episódios grotescos e surreais de desrespeito ao PROFISSIONAL DE RÁDIO E AO OUVINTE como este, acabaram por aí? Não em minha experiência como radialista no Rio de Janeiro. O mesmo Edmo Luís, também foi, além de mim, um dos protagonistas de uma bizarra história de desmandos e loucuras e desrespeitos dos empresários de Rádio do Rio de Janeiro, acontecida alguns anos antes.



1987. em torno das 23h30 -

Estaciono meu carro na entrada dos funcionários, do antigo prédio do Jornal do Brasil, na Av. Brasil, e o meu amigo Sérgio – da manutenção do Ar refrigerado do prédio ; um dos meus companheiros da madrugada da FM 105 (na época, “arrendada” pelo Grupo JB) – chega esbaforido para me dizer que tiraram a Rádio dali. Assim como o Fabiano não me acreditou, no episódio da Manchete FM, também não acreditei no Sérgio.

- “Ah, pára, Sérgio! Senão eu chego atrasada!”
- “Mas é verdade! Sobe lá (no 7º. Andar) você vai ver que o estúdio está lacrado! E o endereço novo está lá dentro, no quadro de avisos.”
-“Mentira sua, Sérgio! Vim ouvindo a rádio no carro!”

Era verdade que tinha algo estranho. O som estava diferente. As vinhetas não eram as mesmas; e não era o Antonio Luís (acho que era esse o nome dele) que estava apresentando o “Amor sem fim”. Era um dos folgadores (ou folguistas, como queiram): o Wagner Barroso (ou o PC, agora, não me lembro direito) que estava no ar.
Mas, o que é que tem? O Antonio poderia ter tido um imprevisto! O folgador era pra isso mesmo, né?

Mas não era. Era verdade mesmo. Por increça que parível O DONO HAVIA TIRADO A RÁDIO DE LÁ! E a levou para um estúdio improvisado numa casa, também no bairro de São Cristóvão. Fez isso, também na oportuna hora da Voz do Brasil!
A história foi tão incrivelmente irreal, que deixou todos os profissionais confusos!
O Iltamar de Abreu (que respondia pela rádio Transrio) era o nosso verdadeiro patrão (nossa carteira de trabalho não era assinada pelo JB; mas pela Trasnrio), começou a nos pressionar para todos irmos para lá, senão era demissão. Já o “nosso” até então coordenador Luís Augusto de Biase – que era contratado pelo Jornal do Brasil – nos advertia para que não fossemos. (Ele, obviamente, não foi chamado pelo “nosso” patrão para ir pra lá, pois era contratado do JB, como coordenador da FM 105 e coordenador da Rede Cidade.)

Fiquei vendida! O que fazer?
Fui então conversar com o mais experiente – e sempre com bom senso – Fernando Mansur, meu colega de emissora.

- “O que você vai fazer, Mansur? O que você for fazer eu farei também. Pois você é mais experiente do que eu! Eu nunca me imaginei numa situação dessas! Mas acredito que, por contrato, temos que ir para onde o patrão quiser; afinal, a rádio é dele!Não acha?”

Eu estava triste, pois gostava muito de trabalhar lá! Meu programa “TURMA DA MÔNICA NA FM 105 NA MADRUGADA” (é, o atual programa ”Turma da Moniquinha, na Nativa FM, no RJ, não foi o primeiro a usar este sugestivo nome, como recurso de “blague”, para uma apresentadora que também se chama Mônica, igual a do Maurício de Souza! Aliás, quem criou o nome do meu programa foi o meu produtor DUDU CASTRO – super beijo procê, irmãozão!). mas como eu dizia, meu programa estava “bombando”! Eu havia conseguido a façanha do primeiro lugar em audiência em todo o Rio de Janeiro, no horário de meia noite às 5 da manhã, isso, num curtíssimo espaço de tempo!
Definitivamente, aquela confusão toda prejudicava a todos nós.

Bem, a discórdia foi que o Iltamar alegava que a emissora não estava “no vermelho”, como o grupo JB queria que acreditasse. A FM 105 estava recheada de novos anunciantes, e crescia a cada dia na audiência! O que ele suspeitava era que, como as demais emissoras do grupo JB não estavam muito bem “das pernas” (Cidade FM, JB Am, JB FM), estavam passando o faturamento da FM 105 para o grupo, deixando-a fechar “no vermelho”. E pediu para que mostrassem os livros de contabilidade. O que o JB não quis fazer. Então, ele ameaçou: “Se até a hora da Voz do Brasil não me mostrarem, vou tirar a Rádio daqui!” – E cumpriu.

Bem, o Fernando Mansur me disse que iria obedecer ao dono da Rádio e ir para o novo estúdio, pois era a ATITUDE PROFISSIONAL a ser tomada. E foi o que eu fiz também.

Resumindo: Quase todos os que foram para lá (alguns não foram, não sei porque ...) voltaram, três dias depois, para o prédio do JB – junto com a Rádio. Com uma desagradável diferença. A turma que não foi – tirando algumas exceções, como o Carlos Issa, por exemplo – repudiou os que foram, retaliando-nos, inclusive, alguns, com ameaças de “porrada”. Essa sandice toda estava sendo orquestrada pelo Biase, que considerou como “traição” o que nós chamamos de profissionalismo.

Nós, os que fomos obedientes ao patrão, sofremos discriminações nos meses subseqüentes. Pois o Paulo Roberto - que o Iltamar e sua filha Luciana, haviam tirado na Cidade, onde atuava como locutor, levando-o para o novo estúdio, para coordenar a rádio, no lugar do Biase - não retornou para o JB com a gente: rodou mesmo. Ele, o Wagner, o Edmo (que havia sido demitido pelo Biase, mas chamado de volta, pelo Paulo Roberto).
Essa retaliação subliminarmente aconteceu até que o Biase conseguiu se vingar de todos os que ele considerou que não ficaram “do lado dele” (como se a questão tivesse sido essa).


Meses depois fui demitida numa “cilada” (coisa de espionagem industrial) que o Biase armou pra mim. Uma mulher, que se dizia ouvinte da rádio, descobriu o telefone direto do estúdio, e ficou telefonando para mim sem parar! Seu intuito era me atrapalhar mesmo. Até que não agüentei e mandei ela à m ....

Fui chamada pelo Biase que, sugeriu que eu telefonasse para ela, pedindo desculpas, pois o caso havia chegado ao Nascimento Brito (bam bam bam do grupo JB). E ela exigia retratação.
Bem, numa orquestração digna do mais fiel comandado do capeta, o Biase me fez ligar para ela, DIZER, com todas a sletras que estava arrependida por ter mandado ela à m ... , pedir desculpas, e, tudo isso, GRAVADO! No final, ele usou isso contra mim, pois, eu tinha “assumido” o erro. E ao invés de obter perdão, fui parar no olho da rua! Pois ele, com a cara mais deslavada, disse para mim, que tentou convencer o Nascimento Brito a não me despedir, mas, que infelizmente ... BALELA! Pois, dias antes, o Jairo Roberto – conhecido por ser sempre uma das primeiras opções do Biase, como locutor – havia chamado, NO AR, um ouvinte de “viado”, e o Biase “conseguiu” com o Nascimento Brito, que o Jairo APENAS ficasse alguns dias fora do ar. E depois voltasse, como voltou.

ARGH!!! Me lembrar dessa história toda me deixou enjoada, com vontade de vomitar!
Bom, foi uma ótima lavação de roupa suja! Espero que saiam todas as manchas – que não são pequenas!

Então, por essas e outras – e agora, a história da nossa querida ANTENA 1 Rio - é que levanto aqui uma bandeira:

PROFISSIONAIS DO RÁDIO E OUVINTES: VAMOS NOS UNIR PARA NÃO DEIXAR ESTES DISPARATES ACONTECEREM! AS CONCESSÕES DAS EMISSORAS DE RÁDIO E AS DE TV SÃO PÚBLICAS! SÃO DE TODOS OS CIDADÃOS BRASILEIROS!

O Ruy Jobim me deu esta notícia, logo de manhã, por email, e o amigo Ernesto Pina, veio me dar os detalhes, que se seguem.


“Mais uma emissora em FM da nossa querida cidade maravilhosa irá acabar. Trata-se da Rádio Antena 1 103,7.

Informações dão conta que a rádio do maravilhoso bairro da Urca, na cidade do Rio de Janeiro, fora arrendada para o Grupo Associados RJ, dona dos Jornais “A Gazeta Mercantil” e o tradicional “Jornal do Commercio” e ainda dona dos canais de rádio “Nativa FM 96,5 – antiga radio tupi FM) e a tradicional rádio “Super Rádio Tupi 1280 AM”, e também um dia essa empresa já foi dona da 1º emissora de TV do Brasil a TV Tupi canal 6.

Esse arrendamento é de 6 anos renováveis, e a partir do dia 1º de junho o canal tradicionalmente adulto 103,7 FM, passará a retransmitir o sinal da Super Rádio Tupi AM 1280.

Os Funcionários da Rádio Antena 1 (lite FM) estão de aviso prévio até o dia 30 desse mês. E o Rádio carioca está passando por sérios, eu digo, sérios problemas, que venham logo aparelhos de som que possamos ouvir web rádios através da internet que será disponibilizada pela rede elétrica, pois o rádio tradicional esta muito mal.”

Fonte: Ernesto Pina
Radialista (DRT: 1386/2007/37)
Contato : ernestojcpina@hotmail.com



Acorda, pessoal! Os donos de rádio estão acabando com o TESÃO dos PROFISSIONAIS DE RÁDIO!



ANTENA 1 LITE FM - Uma história no Rádio carioca. Vocês - empresários de Rádio - nunca conseguirão apagá-la.


http://twitter.com/MonicaSampaio
skype: monica_sampaio_melo
msn: monica_sampaio_melo@hotmail.com

Comunidade RÁDIO & LOCUTORES:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=371332
Comunidade CURSO DE LOCUÇÃO * MÔNICA SAMPAIO
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=67345105

26 comentários:

asdrubal disse...

Nada se cria nada se destói Monica, tudo se transforma. Não é interessante criticar uma mudança quando não se sabe o resultado. Se, eu disse se, for verdade isso, a rádio que entrará no lugar da antena 1 será muito mais POPULAR do que a última. Isso porque a antena 1 é voltada para uma minoria, os quais abrem mão do popular para ouvir algo mais refinado. E quer saber a verdade? Discutir isso é perda de tempo, rádio está com os dias contados. O AM tem uma tecnologia antiga e o FM é um caminhão de japoneses, todos iguais. O futuro bate à porta dos radiodifusores, caríssima blogueira. A INTERNET! ela está enterrando todas as mídias. Aliás, porque você não divulgou seu apelo na tv ou no rádio ??? Caro? Ou seria porque a internet é mais a mais democráticas das mídias? Pois bem, as mudanças não devem ser criticadas e sim observadas com olhos de um cético. Se não houvessem mudanças e revoluções, talvez você ainda estivesse na frente de uma máquina de escrever apagando erros de digitação com borracha e cuspe.
Espero que aqui seja democrático e esse comentário seja aceito. Aliás é para expressar nossas opiniões que estamos aui não???

Mônica Sampaio disse...

rsss Com certeza, Asdrúbal! Aqui é um espaço democrático sim, aonde a "dona" recebe as raquetadas - se vierem - na boa! rss - Havendo educação e respeito, as diferentes opiniões enriquecem o debate, amigo! Um grande abraço, amigo!

marcelo pacheco disse...

É UMA GRANDE PENA MÔNICA, SEI COMO ISSO AFETA A TODOS, POIS ERA FUNCIONÁRIO DA RÁDIO RPC FM , QUANDO A MESMA VIROU FM O DIA E TODOS OS DJS FORAM MANDADOS EMBORA, ERA OUVINTE ASSÍDUO D ANTENA E SEI QUE MESMO A PARADISO E A JB FMTENDO PROGRAMAÇÃO ADULTA , NÃO SERÁ A MESMA COISA..


SAUDADES DA ANTENA 1.....

Mônica Sampaio disse...

É como o amigo Asdrúval disse: transformação. Não sou contra. Mas existe um lapso, que é a desconsideração com os ouvintes e com os profissionais do Rádio.

Mônica Sampaio disse...

Informação de dentro da NATIVA FM, quentinha!
"acho que a tupi é genérica....é de sampa.........satélite.....porque meu paträo desmentiu tudo.
será que é paulista fm que vem?"

Mônica Sampaio disse...

Só não posso dizer quem é... mas chegou agora há pouco no meu email

Mônica Sampaio disse...

Recado da grande locutora EULINA REGO, agora há pouco no meu Orkut:
"Oi, Mônica! A Ant1 não saiu hoje. Ela fica até à meia-noite do dia 31 de maio e depois plim!
Como eu disse antes, para outra pessoa, o Beto, que é um ouvinte muito ligado e carinhoso, eu confesso que não estou lá muito afetada pelo fim da rádio. Já passei pela mesma coisa antes, esta é a 3a. vez. Por isso, sei que mudança é uma coisa impossível de evitar. Um belo dia tudo muda e a gente acaba tendo que lidar com isso de forma tranquila. Não sei ainda o que vou fazer. Vou ter que descobrir, rs. Beijão! Obrigada pelo carinho! "

Mônica Sampaio disse...

Recado da Rádio Antena 1 Rio, na minha página do Orkut:
"Boa noite Mônica Sampaio,

acabei de ler o texto que você escreveu em seu blog, parabéns, nós pelo lado dos ouvintes estamos muito tristes com essa notícia.
Fiz uma referência ao seu texto e ao seu blog em nossa comunidade, no tópico que foi criado sobre a venda da rádio.

Forte abraço."

Fabio disse...

A radio q vai entrar é a Tupi Fm (sertaneja 24hs) via satelite de Sao Paulo, pertencente ao grupo Mundial, antigo Grupo CBS, essa é a informaçao q tenho pessoal...

Mônica Sampaio disse...

Email do MARIO AZEVEDO para mim, o qual ele autorizou que fosse postado aqui.

Mônica:

Uma das coisas mais tristes do rádio foi quando Eduardo Andrews (a erva daninha do rádio)destruiu a Rádio Cidade e a transformou numa Transamérica 2, chegando ao absurdo de tirar as vinhetas do ar e colocar Fernando Mansur nas folgas.
Recentemente a destruição da 98 e do Good Times, com a demissão do Fernando Borges.
Quanto as rádios evangélicas comprarem ou arrendarem as emissoras isso já acontece há bastante tempo. Vide o AM que praticamente acabou. Na minha adolescência havia muitas emissoras AM que não eram de igrejas. Agora contamos nos dedos.
"O Dia Depois de Amanhã"
Agora é a vez do FM , que já perdeu algumas e continuará perdendo até sua extinção como rádios não religiosas.
É o força da grana que ergue e destrói coisas belas.....como dizia Caetano.

Mônica Sampaio disse...

Meu Email para o MARIO AZEVEDO como resposta:

É amigo, Mário, são as (terríveis muitas vezes!) transformações. Um cara comentou no meu blog que eu estava sendo anti-evolucionista (não falou com estas palavras, mas foi quase isso), por
defender a permanência da Antena 1, que ele classificou como rádio feita para minorias. Mesmo que assim seja, as minorias também existem, logo, consomem. Muito forte as suas declarações neste email, no assunto Eduardo Andrews. Fortes, porém, verdadeiras. Você me permitiria postar no meu blog, como comentário, aberto, para os outros poderem comentar a respeito? Ou prefere que fique sóentre nós, para não gerar polêmica, talvez até, desnecessária, neste momento?
Obrigada por me ouvir e interagir comigo.
E você, como está? Está em Rádio?
Um abraço carinhoso, amigo.

Mônica Sampaio

Mônica Sampaio disse...

E, por fim, a resposta final, do MARIO AZEVEDO:

No momento não estou em rádio.Trabalhei ano passado na MEC AM cobrindo férias. Estou dando aulas de locução no SENAC e participo do projeto de uma web rádio chamada ARWTV: www.arwtv.com.br

Também sou o idealizador do site e comunidade em homenagem à antiga Rádio Cidade, que você já conhece: www.radiocidadefazendoescolafm.com.br que conta com o apoio dos profissionais que
trabalharam lá, como Clever Pereira, Carlos Townsend e Eládio Sandoval por exemplo.
O site foi montado pela filha do Paulo Martins. A Paulinha Martins.

Quanto aos meus comentários você pode postar sim. Todo mundo sabe que isso é verdade e que o declínio do FM no Rio começou a partir daí, pelo ano de 1985-86 mais ou menos.

Agradeço se puder divulgar também o site em homenagem à Cidade e o da web rádio ARWTV.

Beijos e parabéns pelo seu blog.
Mário.

. Infelizmente a escola que a turma da Cidade criou não foi seguida por todos e pior até por alguns
que eram contemporâneos a ela.

Mônica Sampaio disse...

Vamos fazer o DIA DO FICA ANTENA 1 RIO!

Mônica Sampaio disse...

Vamos fazer uim baita movimento na Internet, gente?
Se não resolver, pelo menos vai incomodar!
Vai mostrar que os ouvintes - e os profissionais do Rádio - estão de saco cheio dessa falta de respeito com ambas as classes! O RÁDIO BRASILEIRO NÃO É SÓ DELES!

DIA DO FICA ANTENA 1 RIO!!!

Vamos fazer um grande movimento por email e depois encaminhá-lo a todos os empresários de Rádio possível?

meu email é monica_sampaio_melo@hotmail.com

Quem quiser participar, me mande um email, e irei repassado, com os nomes em lista numerada . Aquele que o receber vai repassando, mas coloque sempre o meu email para que eu possa recebê-lo e repassá-lo adiante. Se alguém tiver ideias a acrescentar, por favor o diga. Mas não se esqueça de enviar essa ideia pra mim, por email, já que vou postar este tópico em várias comunidades. Ajude: faça isso também.
até o dia 31 de maio, dia marcado como o FIM DAS TRANSMISSÕES DA ANTENA 1

VAMOS FAZER UM PROTESTO!
Não só pela Antena 1, mas pelo descaso e prepotência dos empresários de Rádio, que, ao fazerem o que querem, desrespeitam quem eles mais precisam: os ouvintes e os profissionais do Rádio.

Nos comentários do meu BLOG tem muita gente opinando - algumas contra, outras a favor. Leia e deixe seu comentário lá também, se quiser. www.monica-sampaio.blogspot.com

Mônica Sampaio disse...

POST DEIXADO POR CELSO NO MEU ORKUT:

Infelizmente esta é mais uma grande rádio que vai deixando os ouvintes órfãos, como tantas vezes acontece. Como você disse em seu depoimento no blog, a palavra Ouvinte nao é jamais mencionada ou cogitada pelos empresários do rádio. E o pior é que não só quando se fala em venda ou negociação de uma rádio, mas também quando falamos de relação profissional, afinal o rádio muito antes de ser qualquer empreendimento financeiro, é um meio de comunicação!
Até eu que moro no Paraná, muito distante do que ocorre aí no Rio, fiquei incomodado com o fim da Antena 1.
Por mim tudo bem, pode publicar sim o comentário. Acredito que muitos assim como nós estão inconformados com o fim da Antena 1 no rio, pois realmente é uma coisa que parece absurda, após tanto tempo a rádio lá, subitamente surgir a idéia de venderem para outra rádio.
Acho que tudo poderia ser mais fácil. Sou leigo em termos de rádios e sinal, mas acredito que se a legislação fosse mais flexível, permitiria que mais pessoas conseguissem concessão, sem precisar negociar as já existentes. Acredito que tecnicamente falando, isso é possível, e situações como a da Antena 1 poderiam ser evitadas. Acredito que o pessoal que trabalha na rádio, deve estar realmente sem chão, não queria estar em uma situação como esta.
Abração!
Forte abraço e boa semana pra vc!

Acácia disse...

valeu , Monica !!!
é isso ai ...vamos ficar ate dia 31 no ar e depois entra a tal radio Popular de SP.
Sinceramente , ja estou tambem bem calejada e nem me abalei muito . Sinto muito pelos ouvintes e colegas que tem filhos e outras responsabilidades e que se dedicaram por dez , quinze e alguns com vinte anos de casa ficarem assim , do nada , sem trabalho.
Vou aproveitar as " ferias forçadas" para visitar minha terrinha natal ( sou afro baiana com muito orgulho ) para repor as energias e me fortalecer espiritualmente para a luta no segundo semestre do ano de 2009.
Com muita fé em todas as forças positivas da espiritualidade !
Jesus , BUDA , KRISHNA , meu pai XANGO, orixá da JUSTIÇA !!!! que nos proteja !!!
AXÉÉÉÉÉ . Paz e amor a todos !!!!
e até JULHO, pessoal !!!!!!!!

André Carioca disse...

Olá Mônica! Não sei se lembra de mim, mas fazia parte do grupo Rádio e Locutores e até fui ao encontro na rádio Mec.

Bom vou postar aqui o que já disse no fórum do tudoradio.com.

Mas antes quero discordad de você em um ponto. RS. O que aconteceu com vocês na manchete teve precedente sim. Foi com a Tamoio AM.

Lembro estar ouvindo a jornada esportiva e aqueles comentários normais pós jogo, quando de repente...

Meia noite.... Anunciado o fim da jornada esportiva... E eu torcendo para que na próxima rodada o jogo transmitido fosse o do Flamengo e com a narração de Cezar Riso, que eu gostava muito. Quando derrepente na hora que ia desligar o rádio escuto algo diferente... O que é isso?

Fico escutando e percebo ser a programação da Igreja Deus e Amor... Não entendi nada!!!

Será que arrendaram as madrugadas e eu não to sabendo? Foi a primeira coisa que pensei. Depois descobri. Não... Arrendaram a rádio e nem os profissionais de lá sabiam até então..

Como o comentário ficou grande deixarei para o próximo o meu post no tudoradio.com

André Carioca disse...

Agora vamos para a segunda parte, que foi o que postei no tudoradio.com

Uma pena! Mais uma rádio com qualidade que vai embora. Uma facada no coração do dial carioca que já vem morrendo.

Chega a Tupi Fm de SP.

Ela é a mais ouvida aqui. Desde que mudei para cá percebo uma briga entre esta rádio e a Nativa, mas a Tupi na maioria das vezes prevalece.

Agora se uma rádio certaneja no rio vai dar certo, depende o que você entende por dar certo.

Já imagino o que vai acontecer.

Procurarão alguns anunciantes populares como super mercados, lojas de eletro-domésticos, em uma programação 24 horas no satélite.

Talvez tenham 1 ou 2 locutores para gravar os comerciais.

Se a rede exigir algum horário local, provavelmente será automatizado.

Pouco gasto, faturamento com os comerciais.... Dará super certo! Para os empresários é claro.

Quanto a briga pelo nome Tupi entre o Diários Associados e o grupo Mundial, com certeza o dinheiro resolverá de alguma forma.

Bom e quanto ao ouvinte o também, os profissionais que trabalham na Antena 1?

.........

Nota os pontos significam que não se pensou na questão...

Mas pra que? Eles acham que não precisam do ouvinte nem do profissional. Talvez um ou dois. Ou quem sabe os que trabalham aqui em São Paulo já são suficientes para todo o brasil.

O post daqui ficou maior que o de lá. ehehehe.

Só pra descontrair um pouquinho e aliviar esse fato lamentável

Mônica Sampaio disse...

EMAIL QUE RECEBI DA ADRIANA RIEMER:

Oi,Monica,

Estou fora de radio, mas a Antena 1 foi a primeira radio que eu trabalhei, tenho um grande carinho por esta emissora... Segue aqui o meu apoio a este movimento. Os caras não sabem ganhar dinheiro com rádio e quem paga o pato são os profissionais que investiram suas carreiras no veículo... Tem como fazer isso direito, existe como ganhar dinheiro com rádio. Mas precisa de empenho e tem que repensar os formatos. A tecnologia muda, os empresários precisam se adaptar a ela. Está difícil mesmo, tanto que eu agora estou me dedicando às minhas duas empresas, a Adrenalina e a Sergio Moreno Filmes. Mas a saudade é grande.

Bjks!!!

Adriana Riemer

Mônica Sampaio disse...

Este artigo estará no blog: www.radialista-monicasampaio.blogspot.com

André Carioca disse...

.. Parece que a Nativa vai para os 103,7 e a Tupi AM será retransmitida nos 96,5. De novo isso! Já basta o fim da Globo FM!

Daqui a pouco, quem sabe, a Manchete arenda uma rádio para se transferir para o AM, a Globo FM resolve acabar com a Beat 98 que é a única rádio Jovem/popular com linguagem carioca para retransmitir a Globo AM..

Quem sabe numa dessas o Grupo O dia e o JB não arrendam suas frequências FM também, para uma dessas retransmissões AM, ou quem sabe para que alguma igreja possa também retransmitir suas pregações do AM no FM.

Aí as duas frequências serão uma só!

Desculpem o sarcasmo, mas é esse triste futuro que eu to visualizando, sem esperança de algo melhor para o rádio.

E nessas saídas, devo bater palma para o grupo JB, que quando a tradicionalíssima Cidade saiu do ar, (lógico que o melhor era ela não ter saído), houve pelo menos o respeito ao ouvinte.

Fizeram o último dia revivendo os melhores momentos da rádio, se despediram do ouvinte como deveria ser... Foi a única que já vi fazer isso.

Será que os donos da Antena 1 terão o respeito pelo ouvinte que o acompanhou a décadas? Sinceramente duvido, porque é uma rádio a qual, não os profissionais, mas se vê que os donos sempre procuraram manter um distanciamento da rádio com o ouvinte. A não ser na saudosa Antena 1 doa anos 80. Essa eu sinto saudade até hoje.

Assim como a rádio Cidade não nasceu pra ser a pseudo rádio Rock que ela se transformou. E olha que isso é palavra de um fã da Fluminense FM. Aliás não vou falar muito sobre a Fluminense porque aí minha revolta aumenta mais ainda. Foi uma das primeiras rádios tradicionais a nos deixar órfãos.

Gustavo disse...

Eu pensava que não me espantaria com mais nada depois da compra da Rádio Cidade pela Telemar.

E não, a Antena 1 não era uma rádio de minoria. Mas já que é pra esculhambar, vamos todos então ficar burros logo de uma vez! Vamos atrás da "maioria", meter a cabeça na linha do trem, como dizia minha avó.

É uma comparação estranha, mas sabe o que isso me lembra? Os empresários do transporte. Ou máfia, quadrilha, como queiram. Nas barcas, somos tratados como gado. No rádio, o que menos importa é o ouvinte. Para eles, pessoas são como gado, números e um gráfico, o do Ibope.

O que esperar então? Vejam que história cabeludíssima esta da 105 FM. Que enojante, compartilho a sensação. Resta tentarmos fazer a nossa parte sempre com dignidade e cabeça erguida, por mais piegas que isso possa soar. Quanto à Antena 1, piegas literalmente, agora.

Um abraço,

Gustavo

André Carioca disse...

ente. Fico triste com a saída da Antena 1. Mas sabe, tentei pensar melhor sobre isso.

Cheguei a uma não conclusão, mas alguns fatos me vieram à mente, junto com algumas indagações. Reproduzo abaixo comentário que postei inclusive em outro site.

Vankrist disse...

É monica, eu tenho apenas 22 anos e tbm fiquei fulo da vida, por 3 vezes na verdade.

Uma foi quando a rádio cidade, saiu do ar do dia para noite e deu lugar a uma rádio comprada por uma empresa telefônica que tem uma estrutura tão ruim quanto sua programação, a segunda foi quando uma rádio, que eu considerava como ótima, saiu do ar (não me lembro da data) que foi a Globo Fm Rio.

E agora do dia para a noite, acontece isso... Eu nem sabia de nada, fui sintonizar a rádio, como sempre na parte da manhã, próximo das 8:00 e o que eu escuto? Minha previsão de horóscopo e uma voz de sua Xará. Não entendi nada inicialmente, e hoje, dois dias depois vim apurar o que aconteceu.

Acho essa postura dos empresários um tremendo descaso com todos, ouvintes, colaboradores, todos. Mas enfim bola pra frente, e vamos torcer para que alguém, no mínimo com algum grau de bom senso tome alguma providência.

Beijos e Abraços!

Anônimo disse...

Carissimos,
Sei que todos vocês radilista precisam comer, pagar aluguel, contas de agua, Luz telefone, enfim são pessoas normais, mas hoje em dia é EXTREMAMENTE fácil de se montar uma rádio na Internet.
Porque vocês não se reunem e "fundam" uma rádio no perfil de vocês pela web (Farei uma confissão, eu sempre ouvi (E Continuo ouvindo) a rádio Antena 1 pela Internet e só fui perceber que havia saido do ar quando fui ouvir no radio do meu carro e pesquisando na web achei o seu Blog), cada um dos radialistas faria o seu horario de casa (Não estou entrando no merito de quem já esta trabalhando e em questões contratuais...), com programas e programações exclusivas, poderiam vender anuncios..quem sabe é um nicho não explorado, rádio de qualidade feita por radilistas de "falecidas" radios e todos conhecidos do publico e infelizmente abandonados por donos de radios que visam apenas o lucro.

Abraço
E Parabens pelo Blog
Marcos Confidente
confidente@ig.com.br

Wagner Andre disse...

Globo FM, Alvorada, Del Rey, Cidade, RPC, Antena 1,Good Times etc... Eulina, Raquel, Euladio, Mansur, etc etc...(nem sei se esta escrito certo). Jb FM mais ou menos, Sulamerica Paradiso. Esta melhorando contrataram a Nayara Alves. Enfim, faço parte de uma minoria com bom gosto musical. Lamento mutio pelos profissionais que se continuar assim da qui alguns dias não vao ter aonde trabalhar e eu não vou ter o que ouvir no Radio. Teve uma ideia boa q eu li vcs fazerem uma radio nao sei se isso e bom pra vcs , mas , pra nos ouvintes sera otimo. Fica com Dues e muito sucesso