sexta-feira, 13 de março de 2009

LOCUTOR DA XEPA: UMA NOVA MODALIDADE


(Imagem do blog: http://redeimprensalivre.blogspot.com)


Vamos dizer, de uns cinco anos para cá, vem surgindo uma nova modalidade de locutor: O LOCUTOR DA XEPA.
Esse cara é um subproduto dos Home Studio. Ou estúdios caseiros.
Essa figura vem deturpando o mercado comercial do LOCUTOR PUBLICITÁRIO.
Desde que inventaram – e popularizaram - os softwares de gravação e edição de áudio, uma parcela das pessoas que gostam de trabalhar com isso - e também com Rádio – invadiu o mercado publicitário com ofertas, digamos, “irrecusáveis”. Irrecusáveis para pequenos anunciantes, que não têm muita noção de LOCUÇÃO PROFISSIONAL.

Por que LOCUTOR DA XEPA?

Pelo preço que cobram.
Caro, leitor, vou lhe dar uma noção do que um locutor profissional cobra para gravar, para que você possa avaliar se se caracteriza produto de xepa ou não.
Vamos lá. De olho na tabela:

MASS Mídia:

RÁDIO:

30 segundos - local: 350,00 nacional: 500,00
1 minuto - local: 600,00 nacional: 900,00

TV:

30 segundos - local: 500,00 nacional:800,00
1 minuto - local: 900,00 nacional:1.500,00


Mídia dirigida:

- Vídeo empresarial:

1 minuto - 350,00
3 minutos - 750,00
10 minutos - 2.500,00

- CD para carro de som:
30 segundos - 150,00
1 minuto - 300,00

Essa é uma tabela de preços relativa e oscilante em relação à região. Ela funciona para a maioria dos Locutores Profissionais da cidade do Rio de Janeiro.


Nós, os locutores profissionais, temos uma dificuldade muito grande de fazer com que o contratante nos valorize, fornecendo-nos remuneração compatível ao nosso espaço no mercado de trabalho profissional.

Os Locutores da Xepa são ainda produto dos agenciadores e produtores de áudio domésticos – aqueles que “comem o bagaço” desprezado pelos bons estúdios de gravação. Aliás, desprezados por eles não é bem o termo; são estes pequenos anunciantes que não têm visão de mercado, e por isso, não valorizam os serviços prestados pelas agências, produtoras e estúdios profissionais, e não aceitam os preços praticados.

Então, se valem dos subserviços destas “agências”, “produtoras” e “estúdios” domésticos, que cobram bem abaixo do preço de mercado – mas bem abaixo mesmo -, subvertendo o mercado publicitário, e contaminando-o, com a disseminação desta prática informal que cria, por sua vez, um subproduto da locução: o Locutor XEPA, aquele que se puder, até paga para gravar.

Tá pensando que eu estou brincando? Outro dia desses, um rapaz postou na comunidade RÁDIO & LOCUTORES (http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=371332), no Orkut, um anúncio se oferecendo para gravar de graça! Que gracinha! Dizia o anúncio que era para “pegar” experiência e “ficar conhecido” (sic). Eu até respondi que ele ficaria famoso sim – e para sempre! - como o “locutor que grava de graça”. Nunca mais ele iria conseguir que lhe pagassem decentemente.
Então, é por isso, que essa nova modalidade de “profissional” da voz, é uma praga!

Agora, vamos voltar lá na tabela de preços de locução. Reveja os valores.
(- tempo para você rever os valores - )
Reviu? Pois agora, sente-se e segure-se para não cair. Sabe quanto o locutor DA XEPA cobra para fazer locução:

DEZ REAIS.

Ouviu direito sim; foi isso que eu disse. DEZ REAIS.

Corre lá na tabela e compara.

E o problema é que contratam o seu serviço. E tornam a contratar. E contratam de novo.

Quando eu vi isso, fiquei uma leoa. Não é pra menos. Como é que o cara vai sustentar a família com um punhadinho de dez reais? Esse LOCUTOR DA XEPA nivela por baixo e dá uma rasteira na própria perna! O que é que é isso?!
Eu comecei a estranhar o “susto” que determinados “produtores” publicitários (donos de home studio) levavam quando me pediam orçamento pelo Orkut. É por isso que se estremeciam tanto! É porque estão praticando esses precinhos de “bosque”. Tanto os produtores da XEPA quanto os locutores da XEPA.

Locutores PROFISSIONAIS! Agências PROFISSIONAIS ! Estúdios PROFISSIONAIS! Vamos nos unir e combater esta prática que está enriquecendo o bolso dos proprietários de Home Studio INESCRUPULOSOS e antiprofissionais.

(Imagem do blog: http://redeimprensalivre.blogspot.com)

Anunciantes! Valorizem seu produto e serviço gravando comerciais com LOCUTORES PROFISSIONAIS!
Não aceite quem cobra dez reais para fazer uma locução!
Pague o devido valor de um PROFISSIONAL DE LOCUÇÃO, e terá um produto de qualidade.

Audiobook da Mônica Sampaio:
www.locutores.com.br/monicasampaio

Leia também:


VAI ME CHAMAR DE QUÊ? CUIDADO...
www.docoraçaodedeusparaoseucoracao.blogspot.com

www.radialista-monicasampaio.blogspot.com

www.bocadahumanidade.blogspot.com


13 comentários:

Acácia disse...

Ola Monica,

Muito bem colocada esta situação no nosso " maravilhoso " mercado publicitário .
Já coloquei até uma observação, que pode parecer até arrogante , no site locutores.com.br.
Tem cerca de 4 anos que não gravo nada , justamente por que tem sempre algum locutor ou locutora cobrando uma merreca. Ou então aparece uma atriz global que mereça receber os tais mil , dois mil reais de mercado...afinal voz global tem o seu valor .......que coisa !!

ABS.

Mônica Sampaio disse...

É Acácia, é verdade. Você sabe que depois que coloquei este artigo, tem um xepeiro que ficou uma fera comigo, e está me atacando no Orkut? Mas, não tô nem aí para ele; a gente tem que defender mesmo a nossa profissão.
Um beijo!

Antonio Luiz disse...

Concordo totalmente Monica. Como o 'locutor da xepa' estraga e aporrinha o mercado, e o pior que dizem que se não for assim eles não tem trabalho. Não tem mesmo, pois se a autoavalição é 10 notinhas de um real (ou moedas) como podem ter algum job? Parabens e seria a caso de começar a se formar uma conciencia entre todos os profissionais que querem ser valorizados como tal, ABAIXO AO LOCUTOR DA XEPA!!

HOWARD FRANÇA disse...

È enorme a confusão que se faz no radio, na atualizade o ´profissional é dividido em quem vende e quem não vende, não interessa ( me parece) aos propietários de emissora de radio que na mioria são politicos que usam para os seus interesses,para que ter qualidade!, ele quer usar o radio e não fazer uso dele, Marconi deve estar dando pulos no seu tumulo, porque, ele criou este instrumento para fazer o bem a sociedade, o que mais se ve é gente negociando fé leigos no assunto vendendo muito mais um portugues bestial e outros que tais, ao profissional como eu de 40 anos de profissão, resta a tristeza em ver o péssimo uso que fazem a maioria das emissóras, tenho ganho a minha vida porque alem de conhecer desde os fios aos transmissores, e ser um excelente vendedor, em Todas as emissoras que trabalho me torno NECESSÁRIO, sem o meu trabalho o dono perda muitos reais, radio tem de ser feito com quem é do ramo, todos os curiósos que conheci até hoje quebraram a cara principalmente os que não ouviram quem tem experiencia. Ouço emissoras da capital S.Paulo, que poderiam ser um sucesso, mas trabalham com cada profissional incompetente ! tem até um canal de televisão que quer ganhar audiencia no grito,nas transmissões esportivas promovem um berreiro que chuta a audiencia sem dó nem piedade, ja mandei e-mail dando sugestões mas preguei no deserto, quanto mais se fala mais eles berram. O Esporte Interativo perde a oportunidade de marcar um ibope maravilhoso, mas preferem trabalhar com amadores ! O interior de SPaulo tem excelentes profissionais do ramo,se quiserem fazer uma verdadeira revolução no radio da capital, é buscar no interior sem duvidas.
Howard França
Comentarista esportivo

Guilherme Azeredo disse...

Bom acho o seguinte, estas totalmente certa cara Monica mas acho que falar mau dizendo que sao LOCUTORES DA XEPA perdao querida todos temos um lugarzinho, se voce conseguiu seu espaço e ser famosa com o radio foi por que na sua epoca tinha-se vagas aos montes e para se entrar no radio era escolhido a dedo, tinha que ter voz grave impostada, nem precisava saber falar muito bem, mas tendo aquela voz de love songs ja era considerado radialista, depois que surgiu os programas de ediçao a vida se tornou mais facil, só que porem TU GENERALIZAR QUE TODOS OS HOME STUDIOS sao de XEPA perdao mas ai é o cumulo, tenho amigos que sao muito procurados e trabalham em casa. outra coisa OS DONOS DE RADIOS ou os PROGRAMADORES nao estao nem ai para para a MEGA QUALIDADE de um studio profissional se o HOME STUDIO da maioria da uma qualidade compativel com a de voces, na hora de pagar qual vai ser o idiota que vai pagar 800 REAIS podendo pagar 50 REAIS pela mesma qualidade. HOJE É MERCADO NAO MAIS QUALIDADE, cada um quer ter o seu dinheirinho. e por isso VEM DECAINDO ainda mais os MEGA STUDIOS. bom SOU A FAVOR DE SEU COMENTARIO porem CONTRA O SEU MODO DE FALAR DOS HOME ESTUDIOS. MUITO GRATO

Mônica Sampaio disse...

Um texto enorme para defender um engano. Ainda bem que você não tirou o dedo do gatilho, Guilherme, porque, vai dar tempo para você reler com atenção o texto, e utilizar os seus conhecimentos de Língua Portuguesa, para interpretar corretamente o que eu disse.
Exatamente o que fiz questão de frisar, você não prestou atenção: NÃO VAMOS GENERALIZAR, TENHO AMIGOS, PROFISSIONAIS, QUE TÊM HOME STUDIO E NÃO FAZEM XEPA. Passar bem, Guilherme. Da próxima vez que for apontar a sua metralhadora para alguém, leia antes, com mais atenção.

Anônimo disse...

Olá Mônica,

Foi uma surpresa conhecer seu blog e mais surpresa ainda saber que alguém luta para trazer um pouco de dignidade aos nossos queridos PROFISSIONAIS LOCUTORES. Meu marido é locutor e o acompanho neste trabalho há anos. Realmente e infelizmente o mercado brasileiro é muito diferente do mercado americano e europeu. Lá eles ainda prezam pela qualidade e profissionalismo. Apesar da concorrência, noto,que ainda está em voga a experiência e o profissionalismo.
Infelizmente o Brasil está 10000 anos luz atrás.... Não só questiono a atitude daqueles que emprestam o rotulo de "locutores", mas como também aqueles que os contratam. Realmente estamos numa sociedade sem ética e sem profissionalismo.No qual a arte,o estilo, o dom,está perdendo mercado para a mediocridade e inexperiência.... Que pena né??? O que os próprios brasileiros fazem com o próprio país....
De qualquer forma, parabéns pelo seu gesto, OS PROFISSIONAIS agradecem.

Frederico Ferraz disse...

Mônica,
Parabéns pela sua abordagem no que se refere aos "Locutores Xepa"!
De fato, as mudanças nos "Meios de Produção" sonoros, possibilitadas pela informática, levou a uma alteração nas "Relações de Produção", fato esse que culminou, dentre outras coisas, com os Locutores que estão se auto-empresariando, e oferecendo seus serviços a preços que sabotam a classe da qual fazem parte e da qual tiram seu sustento. Esta contradição interna do seguimento(produção de áudio) é absolutamente compatível com o capitalismo no qual está inserido e ,diria mesmo, inevitável.
Devido a questões de nível cultural, no país, e a limitação de capital existente nos seguimentos empresariais médio e pequeno, muitos não vêem lógica em despender uma soma maior de recursos em publicidade de elevado nível qualitativo e optam pelos "xepeiros", os quais, mal ou bem, parecem estar dando conta do recado no seguimento, caso contrário não estariam sendo reconvocados tantas vezes... Para os "xepeiros", por sua vez, as migalhas que conseguem recolher são muito bem vindas e suficientes para auto-sustento básico, bem como para irem tocando um negócio neste nicho que acabou sendo criado no mercado.
Há solução para os "Verdadeiros Locutores"(vamos chamá-los assim), os quais não se submetem a deterioração de remuneração. Fico de dar minha opinião a respeito numa próxima oportunidade, ok?
Por fim gostaria de tirar uma dúvida: como funciona a tarifa de preços/tempo, a ser cobrada pelos "Locutores de Verdade", para a narração de áudiolivros? Não levo muita fé neste seguimento como algo viável, finaceiramente, para os "Locutores de Verdade". Mas, vale a pena saber como a coisa funciona.
Antecipadamente grato,
Frederico Ferraz

Mônica Sampaio disse...

Amigo, sugiro que você combine o seu preço com o contratante, no caso dos áudiolivros. Estou por fora do preço deste serviço. Se algum coelga souber para informar, por favor, fique à vontade. Um abraço e boa sorte.

Anônimo disse...

Olá! Gostei do seu artigo. Para clientes de outras regiões e outros estados consigo vender minha voz a um preço considerável. Só que meu dilema é que na região onde moro (5 municípios, uns 40.000 habitantes) não há uma rádio que cobre um valor justo. A maioria de meus clientes tem na rádio que cobra o valor mais elevado (nem tanto assim) cerca de R$280,00. Como eu vou cobrar R$800,00 reais de um cliente que paga tão pouco a uma emissora?. Tenho que viver e cobrar R$100,00 por gravação. Mais que isso ninguém paga e vão correndo ao locutor de 5 reais. A região é muito pobre e extremamente rural.

poténcia disse...

oi amiga me desculpa + tenho q concordar com o guilherme, não como as pessoas pagarem 800,00 reais em um off podendo paga 10,00 reais isso é muito difícil então c eu não grava um off 10,00 de 800,00 q não gravo mesmo do jeito q a concorrência esta minha querida esta muito difícil c eu ñ grava + tenho outro q grava então prefiro grava off de 10,00 e ganhar meu dinheirinho no fim do dia q pedi 800,00 reais em um off e não grava nada. entende amiga olha eu faço entorno de 1,400 reais no dia então isso pra mim é o bastante... muito obrigado..

poténcia disse...

só lembrando meu homestudio tem a mesma qualidade que os profissionais tem meu material é muito bom e é em casa eu trabalho para sobreviver e não para fica rico.. pense nisso...

Anônimo disse...

A Acácia, do primeiro comentário cobra bem alto suas gravações... Mas fazem 4 anos que não grava... Seus equipos já devem estar enferrujados e enquanto isso o amigo que cobra 1/20 do valor ganhou muuuuuito mais dinheiro que ela. Aí é só chorar mesmo.