facebook.com/monica.sampaio1 (perfil 1)

sexta-feira, 26 de junho de 2009

QUEM PRECISA DO DIABO SE EXISTE O BISPO MACEDO? A GLOBO QUE O DIGA!




A Record vai arrebentar a audiência dominical!
Quem precisa do diabo para atazanar a vida, se existe o Bispo Macedo?
A Globo que o diga!
Gugu vai para a Record e Roberto Justus para o SBT. Justa troca (na verdade não sei se é justa ... só quis aproveitar o trocadilho - :))

Bem, o Gugu a gente já conhece o produto "Gugu Liberato".
O Justus, solamente como aprendiz ... de apresentador de programa de TV.




No caso do Gugu Liberato, casa nova, trabalho novo, sempre motiva uma renovação pessoal. Talvez, a Record é que não queira, pois não o contratou por produzir exatamente o que produz?
É um golpe de mestre a contratação de Gugu pela Record!
Ele é o rapazinho que um dia superou o mestre.
O Gugu foi o único que Silvio Santos colocou para ocupar o seu lugar (parcial) no domingão do Silvão!
Celso Portiolli comeu uma fatiazinha, mas o grande pedaço coube a Gugu.
Foi o Gugu que passou a ser a "cara" do SBT.

Em compensação, o SBT está apostando numa "cara" nova. Será um tiro no escuro?
Nem imagino o Roberto Justus, Ratinho, Netinho, Hebe e Eliana juntos em uma mesma programação. Jogo dos sete erros. Quem não pertence ao grupo; quem está destoando do cast do SBT?

Ah, a Eliana também está voltando ao SBT. Sinceramente, nunca entendi a escolha de Eliana para comandar um dominical. Mas enfim, não me consultaram ... rs.

Da mesma forma, que nunca entendi essa insistência da Globo no Fausto Silva, e com um senhor salário! Não entendi ainda porque a Globo não investiu, dominicalmente falando, no Luciano Huck, que é bem mais interessante e bem mais simpático do que o Faustão. Aquela irreverência do "Perdidos na Noite" nunca decolou na Globo; o que era irreverência na Band, se transformou em grosseria e falta de educação na Globo.




Já Roberto Justus se "impôs" ao mercado. Ele quis porque quis ser apresentador de TV (mesmo com sua "cintura dura"); assim, como ele quis porque quis ser cantor e gravar um CD. Conseguiu.
Roberto Justus é um homem que consegue. Ele tem demosntrado que sempre consegue o que quer.

Ele emplacou uma boa audiência com o Aprendiz. E o largou com um largo sorriso, para alargar seus horizontes profissionais, e abraçar o tão sonhado sonho de ser apresentador (contínuo) de um programa de TV. Dreams is dreams! E alguns podem realizar os seus.

Não sei se vou gostar mais do Gugu como protagonista da Record, e não sei se vou gostar menos do Justus, fora do Aprendiz, como apresentador do SBT. Aqui só estou registrando a ocorrência.

Aliás, estão cogitando o Nizan Guanaes como próximo apresentador do Aprendiz.
Por que outro publicitário? Acabaram-se os apresentadores profissionais? Óia eu aqui, gente! É atriz apresentando; é jornalista apresentando; é escritora de um livro sobre o caminho das borboletas (...) apresentando; era costureiro apresentando; sexóloga apresentando; ex-deputado apresentando (não vingou o programa do Roberto Jefferson, né?)

Nada contra. Mas vocês sabiam que existem apresentadores com registro de profissão regulamentada? Eu sou locutora-apresentadora-animadora-entrevistadora-noticiarista com registro desde 1984 (comecei em dezembro de 1983).
Nós, os locutores/apresentadores perdemos lugar também, na apresentação dos telejornais, há alguns anos, quando nos proibiram de apresentá-los, alegando que somente jornalistas saberiam melhor apresentar telejornais, já que eles os redigiam. Hã Hã. Sei... não sabemos não ... não foi a nossa profissão - os Speakers - quem começou desde sempre a apresentar noticiários. Uma atitude classista que nós, os locutores-apresentadores, por falta de união da classe, ficamos assistindo, impassíveis, de cadeira.

E os locutores ainda não se tocaram que, se continuarem individualistas como estão, cada um só pensando na "sua vaguinha"em alguma emissora, só pensando em seu próprio salário, vão perder cada vez mais espaço! Vai, locutor, tentar dublar um filme... Não pode! Tem que ter registro de Ator. Vai o ator então fazer uma locução. Ah, aí pode! Mas que diacho de profissão regulamentada é essa do Locutor-apresentador, em que, todas as demais profissões podem exercer, mas é uma via de mão única? O pau que dá em Chico não dá em Francisco, neste caso.

E agora, vem o Roberto Justus apresentador!
Justo. Quem não faz gol, toma.

Voltando aos meninos, Gugu e Roberto.

São dois grandes homens de Comunicação, muito bem sucedidos, inteligentes, ousados, que ficam na frente do fogão, olhando o seu bolo enquanto cresce no forno; que levantam de madrugada, pra dar aquela espiadinha, em seu gado no curral. O olho do dono é que engorda o boi! E estes dois não brincam em serviço. São eles que mandam e ponto. Não estão escorados no poder da emissora de TV para a qual trabalham; não estão à mercê do seu contrato de trabalho, segundo uns e outros... Eles fazem o seu próprio marketing. Eles mesmos é que dirigem o seu próprio espetáculo.

O nível pessoal do Roberto Justus é muito bom. Não o vejo apresentando um programa popular, como é a audiência do SBT. Será que ele irá para a próxima fase ou será DEMITIDO? O Silvio Santos não tem medo de colocar ninguém na geladeira! Quando não gosta, coloca logo debaixo do braço e abafa o caso. O que é que aconteceu com a Ana Paula Padrão e com tantos outros profissionais competentíssimos que passaram por lá?

Edir Macedo não está de brincadeira não! Quem mandou a Globo o provocar, em 1995, ao colocar no ar, aquele vídeo (http://www.youtube.com/watch?v=1dRnRTSOTFw)? Deus perdoa, mas Macedo ...